Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Dinamarca lança campanha de incentivo à natalidade

Mäyjo, 03.04.14

A Dinamarca lançou uma campanha de incentivo à natalidade. A ideia é que os cidadãos concebam durante as férias, que serão pagas pelo Governo. Estão ainda garantidas fraldas para o bebé durante três anos e é também oferecido um carrinho no valor de 1300 euros.

Uma agência de turismo da Dinamarca criou um anúncio com uma proposta ousada: encorajar os clientes a viajarem para salvar o futuro do país. O raciocínio é que, como a libido dos casais costuma aumentar durante as viagens, eles fariam mais sexo e com isso poderiam ajudar a melhorar a taxa de natalidade do país, que já é a mais baixa em 27 anos.

 

Segundo o bem-humorado vídeo “Do it for Denmark” (faça aquilo pela Dinamarca), divulgado pela agência Spies Travel, 46% dos casais fazem mais sexo quando estão em uma viagem de férias – e 10% das crianças dinamarquesas são concebidas fora do país.

 

“Viajar e viver novas experiências afeta as relações porque os casais veem um ao outro sob uma nova luz. Libera endorfinas no cérebro e cria desejo pelo sexo”, diz uma especialista no vídeo.

 

A agência criou pacotes com “desconto de ovulação” e promete mais: quem provar que engravidou durante uma dessas viagens ganhará fraldas e outros produtos infantis para três anos, além de uma viagem incluindo o novo membro da família.

Cientistas tentam converter CO2 em magnesita sólida

Mäyjo, 03.04.14

Cientistas tentam converter CO2 em magnesita sólida

 

Investigadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, acredita que o seu mais recente estudo, realizado numa mina abandonada, na Califórnia, pode ajudar a criar soluções para uma questão muito importante: como armazenar o carbono emitido pelas actividades humanas?

A equipa passou dois anos a tentar desvendar um mistério geológico na mina Red Mountain, localizada a cerca de 100 km de Palo Alto, na Califórnia. Nela, estão alguns dos maiores veios de puro carbonato de magnésio, um mineral feito de dióxido de carbono (CO2) e magnésio. A grande questão foi tentar saber como estes veios se formaram, há milhões de anos.

Os pesquisadores propuseram uma solução que poderia levar a uma nova técnica para converter CO2, um potente gás estufa, em magnesita sólida. Na verdade, o armazamento geológico convencional envolve a captura de CO2 de chaminés industriais – e a sua injecção como fluído na subsuperfície. Mas há uma grande preocupação: evitar que o CO2 vaze de volta para a atmosfera. Assim, a solução encontrada passar por converter o CO2 num mineral estável.

Segundo o Planeta Sustentável, uma das partes mais difíceis da tarefa passa por partir a rocha para acomodar o C02. “E isto pode requerer força bruta. Este tipo de ruptura violenta aconteceu na região estudada, com a intensa atividade geológica há milhões de anos na cadeia costeira de montanhas da Califórnia, perto da famosa Falha de San Andreas. A ideia é replicar este processo”, explica o site.

A mina chegou a ter 140 mil toneladas métricas de CO2 equivalente, antes que a magensita fosse mineralizada, no começo do século XX. Toda a área poderia conter 13 gigatoneladas de carbono.

A actividade humana colocou na atmosfera mais de 500 gigatoneladas de carbono. De acordo com cientistas, uma mudança irreversível do clima deverá acontecer em torno de 1000 gigatoneladas, um limiar para o qual a humanidade caminha até meados deste século.